14 jan 2019

Nota de pesar - Ana Maria Freitas

 

A Casa Fernando Pessoa comunica e lamenta a morte de Ana Maria Freitas, investigadora integrada do IELT (Instituto de Estudos de Literatura e Tradição) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Ao longo da sua vida académica e autoral a todos os títulos notável, foi uma incansável investigadora, decifradora e tradutora do espólio de Fernando Pessoa, com especial incidência na prosa ficcional. Dessa investigação, resultaram várias edições referenciais da obra inédita pessoana. Entre elas, destacamos “Quaresma, Decifrador”, “Histórias de um Raciocinador”, “Detective Story”, “O Mendigo e Outros Contos”, “A Estrada do Esquecimento e Outros Contos”, “A Porta e Outras Ficções” (todos para a editora Assírio & Alvim) e “O Fio e o Labirinto - A Ficção Policial na obra de Fernando Pessoa” (para a editora Colibri). O assunto desenvolvido neste último livro foi parte integrante da sua tese de doutoramento, defendida em 2010 na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova. Com Manuela Parreira da Silva (coord.) e Madalena Dine, Ana Maria Freitas assinou ainda “Fernando Pessoa: Poesia, volumes I, II e III”. Também com Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas trouxe a público em livro, pela primeira vez num levantamento exaustivo, as obras de personagens fictícias pessoanas como o Sr. Pantaleão.

Agradecemos sinceramente a sua energia, afabilidade e disponibilidade para a partilha de conhecimentos. À família e amigos, as nossas sentidas condolências.