30 out 2021

Melhor Museu Português e Menção Especial

Na cerimónia de entrega dos Prémios APOM 2021 a Casa Fernando Pessoa foi chamada ao palco duas vezes: o Prémio Mulhor Museu Português e a Menção Especial pelas Leituras ao Ouvido distinguiram a qualidade do projeto e a capacidade de renovação.

Após obras de remodelação, a Casa Fernando Pessoa reabriu ao público em agosto de 2020, requalificada e mais acessível, com uma nova exposição de longa duração sobre Pessoa. A coleção está agora disposta de forma a acompanhar e envolver o visitante desde o primeiro registo escrito que se conhece de Pessoa aos 6 anos, até chegar à última frase que redigiu na véspera da sua morte.   
A biblioteca especializada em poesia, foi renovada e o auditório, transferido para o piso térreo, encontra-se agora mais bem equipado.

O projeto de remodelação da Casa beneficiou da Linha de Apoio ao Turismo Acessível do Turismo de Portugal. O projeto de arquitetura é da autoria de José Adrião Arquitectos, o de museografia foi feito pelos designers Nuno Quá e Cláudio Silva, em articulação com a direção da Casa, a partir de uma proposta de curadoria de Paulo Pires do Vale. Ana Carvalho foi a museóloga responsável pela apreciação do projeto de museografia. A Acesso Cultura foi consultora em matéria de acessibilidades.   

As obras tornaram o edifício mais acessível e sustentável, melhoraram a circulação dos visitantes e permitiram aumentar a área expositiva. A Casa tem uma nova e única entrada, espaços reorganizados e trajetos mais fluidos.   
Na relação com o público, a Casa trabalha diariamente para ter uma oferta diversificada e para se constituir como um espaço acolhedor - do ponto de vista físico, social e intelectual - para pessoas com diferentes perfis e com diferentes níveis de conhecimento sobre Pessoa e sobre literatura.   

Nas Leituras ao Ouvido, desde março 2020, diariamente, a equipa da Casa Fernando Pessoa faz chamadas telefónicas para leitura de poemas ou textos curtos. Para fazer estas chamadas contámos com a colaboração de colegas de outros equipamentos e dos serviços centrais da EGEAC que se voluntariaram para fazer telefonemas. Na nossa equipa estão diariamente envolvidos profissionais das diferentes áreas da Casa Fernando Pessoa, num contacto de proximidade com quem está do outro lado do telefone.

Este programa foi distinguido com a Menção Especial para entidades e projetos museológicos relevantes durante a pandemia.
Para o Prémio de Melhor Museu Português, nas palavras de João Neto, presidente da APOM (Associação Portuguesa de Museologia), a Casa Fernando Pessoa destacou-se entre mais de 200 projetos candidatos: “um museu que se reformulou, que achou que era capaz de mudar para uma outra dimensão”.
 

A equipa da Casa Fernando Pessoa agradece estas distinções!